• Yuri Ribeiro

Beleza indígena: Emilly Nunes a new face que é a aposta do momento

Modelo vendia chips de celulares nas ruas até despontar como new face de sucesso



Descendente de índios Aruans, Emilly Nunes (WAY Model) tem feito sucesso no mercado fashion, fruto da típica miscigenação brasileira que tem dado o tom na moda: aos 21 anos, a bela de traços marcantes vendia chips de celulares nas ruas de Belém, até despontar como o nome do momento na moda nacional.


Nascida na capital do Pará e criada na Ilha de Marajó, Emilly segue em sua rotina tradições típicas de seus antepassados indígenas, produzindo farinha de mandioca caseira e indo à mata, onde colhe açaí e bacuri.



Desde jovem, acompanhava desfiles de moda, quando calçava o salto-alto da mãe e desfilava pelos cômodos da casa onde vivia com a família, sonhando com a carreira que hoje tornou-se realidade.


Recentemente, mudou-se para São Paulo, onde é aposta da WAY Model, de Anderson Baumgartner, líder no segmento e responsável pela carreira de prestigiadas tops como Carol Trentini, Sasha Meneghel e Alessandra Ambrósio.



Em pouco tempo de carreira, Emilly já coleciona em seu currículo importantes trabalhos, como capa da Vogue Brasil e publicidade para grifes poderosas, como Lenny Niemeyer e Animale.